resenha

[Resenha] Um de Nós está Mentindo, da Karen M. McManus

julho 30, 2018

Nome: Um de Nós Está Mentindo | Autora: Karen M. McManus | Gênero: Mistério | Editora: Galera Record | Ano: 2018 | Páginas: 384
Sinopse: "Cinco alunos entram em detenção na escola e apenas quatro saem com vida. Todos são suspeitos e cada um tem algo a esconder. Numa tarde de segunda-feira, cinco estudantes do colégio Bayview entram na sala de detenção: Bronwyn, a gênia, comprometida a estudar em Yale, nunca quebra as regras. Addy, a bela, a perfeita definição da princesa do baile de primavera. Nate, o criminoso, já em liberdade condicional por tráfico de drogas. Cooper, o atleta, astro do time de beisebol. E Simon, o pária, criador do mais famoso app de fofocas da escola. Só que Simon não consegue ir embora. Antes do fim da detenção, ele está morto. E, de acordo com os investigadores, a sua morte não foi acidental. Na segunda, ele morreu. Mas na terça, planejava postar fofocas bem quentes sobre os companheiros de detenção. O que faz os quatro serem suspeitos do seu assassinato. Ou são eles as vítimas perfeitas de um assassino que continua à solta? Todo mundo tem segredos, certo? O que realmente importa é até onde você iria para proteger os seus."
Trecho Preferido: "Vocês todos são estereótipos ambulantes de filmes de adolescentes."

Esse livro já começa com um clima de filme da Sessão da Tarde, com cinco adolescentes que se encaixam nos estereótipos tão afirmados pelos filmes norte-americanos. Um de Nós está Mentindo foi a leitura coletiva organizada pelo Cultura Pocket no mês de junho, e durante as discussões algumas pessoas acharam que o livro lembrava muito o Clube dos Cinco, a diferença é que aqui alguém morre na detenção.

Cinco jovens acabam na detenção do colégio de uma forma bem suspeita. Assim, temos Bronwyn a típica cdf, sempre com notas boas. Nate, que já tem passagem pela polícia e é bem do tipo delinquente. Cooper, o atleta popular e Addy, que se encaixa no perfil de patricinha, princesa do baile. Para completar temos Simon que sempre foi excluído e que é responsável por um app de fofoca -bem no estilo Gossip Girl-. 

"Algumas pessoas são tóxicas demais para viver. Simplesmente são."

Mas de uma maneira bem trágica o Simon acaba morrendo e depois que a polícia descobre um post que ele havia escrito, mas que ainda não tinha sido publicado, torna os outros quatro garotos suspeitos de assassinato: Simon ia divulgar uma fofoca bombástica sobre cada um deles.

Então o livro vai alternando entre os pontos de vista dos personagens, e ao mesmo tempo que me apegava à eles e torcia para que tudo desse certo, eu também desconfiava de todos. O livro vai seguindo esse clima de suspense e te faz imaginar quem teria feito aquilo e quais os motivos. Principalmente porque estamos falando de adolescentes como suspeitos de um crime. 


A história me entreteu bastante, foi uma narrativa que flui muito fácil e, de fato, parece um filme adolescente. A troca de pontos de vistas também é uma forma de prender o leitor, você termina um capítulo querendo saber o que acontecerá em seguida e simplesmente vai lendo. 

A resolução do caso me surpreendeu muito, apesar de ter desconfiado de todos, o que realmente aconteceu não tinha passado pela minha cabeça e eu achei uma sacada muito boa da autora. A Addy foi a personagem que mais surpreendeu, acredito que ela cresceu bastante e se desenvolveu na narrativa. Já o par Nate-Bronwyn me deixou torcendo muito por eles! 

Se você gostou da postagem, compartilhe! E comprando na Amazon através dos nossos links, você contribui com uma porcentagem da sua compra sem gastar nada mais por isso e ainda ajuda o blog.
Aproveite e teste grátis o Kindle Unlimited!
Acompanhe-nos nas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Que a força esteja com você e a sorte à seu favor! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

Comente sua opinião!

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!