filme

A magia nostálgica de A Bela e a Fera

março 27, 2017


Na última quinta-feira, fui assistir ao filme A Bela e a Fera, do qual estava fugindo de spoilers, mas só vi reações positivas e a ansiedade só aumentou. Não eram à toa todos os surtos que vi pela internet falando do quanto esse filme é bom.

Primeiramente, Emma ficou simplesmente PERFEITA no papel. E ela cantando? Eu não sabia que ela tinha ainda mais esse dom. Para de ser perfeita, garota! Aliás, todo o elenco ficou muito bem encaixado, atuações magníficas e cada personagem muito bem desenhado. Até os mais críticos vão encontrar dificuldades em achar defeitos nesse live action. Muitas cenas ficaram exatamente iguais à animação, Bill Condon fez um excelente trabalho na direção e os roteiristas também arrasaram.


Além de Emma, que é a protagonista, outros dois personagens brilham em cena: Gastão e LeFou. Gastão é um vilão com alta dose de egocentrismo e um tanto manipulador, que nutre sentimentos por Bela (Belle, em inglês). Luke Evans representou muito bem o vilão e proporcionou cenas tanto engraçadas como revoltantes na trama.


Junto dele, tem seu fiel amigo LeFou, o personagem que tanto criou polêmicas antes da estreia do filme com um tal pastor hipócrita por aí. LeFou é representado por Josh Gad maravilhosamente bem.

O personagem demonstra sentimentos platônicos por Gastão e não, não se preocupe, seus filhos não serão influenciados por um personagem gay. Até porque eu nunca vi uma criança virando uma sereia depois de assistir A pequena sereia, né?


Outro ponto positivo do filme: a trilha sonora — tanto nos sons em geral, quanto nas canções. Você sai do cinema cantando “Beauty and the Beast” e procurando playlist no Spotify. É impossível não se empolgar e se emocionar com a Sra. Potts cantando. E falando na mobília encantada… EU AMEI TODOS! Lumiére, Horloge, guarda-roupa, Fifi, o pequeno Chip… Ficaram maravilhosos!


Toda a parte artística do filme, como figurino, maquiagem e até a computação gráfica, também merece destaque, ficou lindo demais. Todo aquele ar luxuoso, a mobília e a Fera (Dan Stevens), eu não tenho palavras para descrever o tanto que gostei. Eu chorei durante a sessão, saí completamente emocionada e extasiada do cinema, só imaginando que essa produção toda vai ser merecedora de pelo menos um Oscar, na próxima edição.


A Disney sempre produz filmes e animações excelentes, você nunca espera algo meia-boca quando se trata da Disney. E não foi com A Bela e a Fera que a companhia decepcionou, pelo contrário, superou minhas expectativas, que já eram altas. Live action's sempre trazem aquele clima nostálgico, ainda mais quando é uma animação antiga e de tanto sucesso, como é o caso.


O filme original de 1991 foi a primeira animação a ser indicada ao Oscar de melhor filme. O live action deste ano, com todas suas semelhanças com a animação, quem sabe, possa brilhar no Oscar 2018. Foi o melhor filme que assisti até agora em 2017! (Sim, eu assisti Logan, e não, eu não gostei tanto assim)


Quero voltar a assistir repetidamente. Produção realmente fantástica!

E você, o que achou? Conta pra mim, quero saber!


Fotos: 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!