resenha

[Resenha] A Fúria dos Dragões, de Eder Traskini

setembro 04, 2016

Nome: Stânix - A Fúria dos Dragões | Autor: Eder A. S. Traskini | Gênero: Fantasia/Aventura | Editora: Arwen | Ano: 2016 | Páginas: 179

Sinopse: Depois de descobrir que uma profecia o proclama como o único capaz de salvar todo o reino, Aaron se vê com responsabilidades que nunca imaginou ter na vida. Iniciando o treinamento com Alice, começa a finalmente dominar seu elemento base: o fogo. Mas será isso suficiente para quando a hora chegar?Enquanto os elfos partirão para as Terras Desconhecidas para encontrar a raça ancestral dos dragões os Askan Joe, Sora e Terek têm a missão de descobrir o paradeiro dos outros dois elfos aos quais a profecia se refere. No entanto, eles descobrem muito mais do que isso.
Traições e surpresas espreitam pelo caminho com consequências fatais. Podem os dragões ficar de algum lado nesta guerra ou sua fúria milenar voltará para destruir o reino todo? Teriam Aaron e Alice trazido a desgraça a Stânix? Eles estão de volta.

Trecho favorito: "- A confiança é como este vinho, Orvin. É sempre bom ter uma taça a mão, mas tome uma garrafa inteira e poderá cair mais rápido do que pensas. Nada em excesso é saudável. Algumas coisas em excesso são perigosas. Muito perigosas..."

Resenha: 

Stânix – A fúria dos dragões é o segundo livro da trilogia Stânix. Antes de ler esta resenha, saiba que você pode encontrar spoilers do primeiro livro aqui. Caso queira ler a resenha de Stânix – O poder dos elementos, clique aqui.

Eder Traskini traz em seu segundo livro a continuação da aventura de Aaron, um elfo, aquele de quem fala a profecia. A fúria dos dragões inicia exatamente de onde O poder dos elementos parou, contando ainda com um resumo do livro anterior para o leitor se localizar na história. Aaron e Alice vão atrás dos Askan, uma raça antiga e poderosa de dragões, pois só com a aliança deles, a resistência pode ter uma chance na guerra iminente. Enquanto isso, Joe vai com Sora, Anna e Terek numa jornada atrás dos elfos restantes da profecia. Alternando entre os pontos de vista de Joe e Aaron (além de alguns capítulos na visão de Louis, o líder do conselho e da resistência), o livro vai se desenrolando, cada vez mais rápido, cada vez com mais emoção. As revelações mais surpreendentes a cada página.

Achei que Sora apareceu pouco neste livro e eu gosto tanto dela... Fiquei um pouco frustrada neste sentido. Porém, gostei de Joe ter um ponto de vista, já que ele é outro personagem de quem gosto muito. E falando em personagens, não fui com a cara de alguns personagens novos, será o sexto sentido falando mais alto? Ou só antipatia mesmo? Só esperando o terceiro livro para saber. Talvez eu só seja muito desconfiada.

"Louis olhou o lado de fora... E quase desejou voltar à cela. O que se via era aterrorizante. Fogo espalhava-se por toda a capital. Consumia casas por completo. As ruas eram a mais pura definição do caos."

Algo que gosto muito na série Stânix são os guias de pronúncia. Ajudam bastante na hora de falar sobre o livro com alguém. Todo o trabalho visual do livro é lindo. A capa, a diagramação, as artes entre alguns capítulos e o mapa de Stânix na última página. Parabéns a editora Arwen, sempre fazendo bons trabalhos.

E ainda no gancho de terceiro livro, eu nunca fiquei tão desesperada com o final de um livro quanto fiquei em A Fúria dos Dragões! Eu preciso logo da continuação! As últimas linhas não transmitem um sentimento de saciedade, pelo contrário, nos deixam curiosos e sedentos por mais. Uma revelação surpreendente e fim. The end! Zefini! A primeira coisa que pensei quando virei a página e não encontrei mais um capítulo foi: “Como assim acabou desse jeito? Será que meu livro veio faltando páginas? Não é possível!”. Eu realmente fiquei desesperada. A má notícia é que o terceiro livro ainda está sendo escrito, mas a boa é que será o último e não tem como sofrermos com outro final arrasador que nem esse. Sanaremos todas as nossas dúvidas.

"O plano fora bem pensado e executado. Apenas aquele sangue: do deus traidor arrependido... Daquele que era duas vezes traidor, era capaz de desfazer tais prisões."

Tantas perguntas a serem respondidas... O segundo volume de Stânix, em suas 175 páginas, consegue nos deixar ainda mais curiosos para o final desta saga. Qual será a decisão de Aaron? Como conterão a fúria dos dragões? E quem? Uma guerra nunca tem um final feliz, mas quem perderá mais? Os elfos voltarão para Stânix? E algo que me deixa muito curiosa: como será a reação de Joe se ficar cara a cara com seu pai? Será mesmo que fará o que disse ou os laços de sangue falarão mais alto? Eu confio em Joe, mas ainda assim, me faço estas perguntas. Talvez eu seja mesmo muito desconfiada. Gostaria também que no terceiro volume Sora ganhasse um pouco mais de atenção, ela merece. As coisas se encaminham para um final arrasador e as coisas vão pegar fogo, literalmente. Desculpe o trocadilho.

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!