resenha

[Resenha] Mudanças - L. L. Alves

dezembro 15, 2015

Nome: Mudanças
Autora: L. L. Alves
Gênero: Romance
Editora: Modo Genérico
ISBN: 9788565588928
Ano: 2014
Páginas: 188
Classificação: ★ ★ ★ ★ ★ 
Sinopse: O que esperar das férias: apenas sorrisos e felicidade? Não é bem isso que acontece na vida de Verônica. Em meio a corações despedaçados e crises de “aborrecência”, Verônica encontra Carlos, um rapaz misterioso e disposto a defendê-la. Mas será que é o acaso que os une? Decisões do passado podem trazer mudanças para o futuro? Ela precisará lidar com suas próprias ações e deverá aprender o verdadeiro valor da amizade, do amor e da confiança.
Verônica não será mais a mesma, mas será ela capaz de compreender que mudanças fazem parte da vida?

Frase preferida: "Verônica tinha apenas uma certeza: não precisava ser salva por ninguém. Ninguém tinha a obrigação de correr e ajudá-la e tirá-la do fundo do poço. Apenas ela era capaz de fazer isso. Ela levantaria e olharia para cima, e continuaria a caminhar com as próprias pernas."

Resenha:

Mais um livro nacional pra conta. Depois que eu entrei nesse mundo, não quero mais sair!

A obra da vez foi “Mudanças”, da autora L. L. Alves. Ganhei o livro num sorteio faz mais ou menos quatro meses - obrigada, Luene. O livro é pequeno, eu que estava enrolada com a faculdade e com a lista enorme de leitura e acabei demorando.



A história é sobre Verônica, uma pré-adolescente que está passando por uma fase difícil. Ela brigou com o namorado cruel e explosivo, porque ele a traiu. No meio dessa briga, aparece um garoto misterioso e a defende. No decorrer do livro, Verônica passa por aquelas crises típica da adolescência, mas com a ajuda de Carlos – o garoto misterioso – ela começa a crescer, a mudar.
Os capítulos são divididos pelas fases que a protagonista passa. São nomeados de acordo com o sentimento que Verônica está vivendo naquele momento, até que chegue a sua mudança.


Nota dez para capa, diagramação e toda a parte visual do livro. Lindo demais! As figuras de borboletas em todo o livro, caíram como uma luva. Eu entendi que foi uma comparação de Verônica com as borboletas e acredito que seja isso mesmo... Uma borboleta, antes de se tornar magnífica, com suas asas e cores, ela era uma lagarta. Para se transformar, ela precisa passar por fases até que a mudança esteja completa e ela possa romper o casulo. Aconteceu o mesmo com Verônica, ela era uma lagarta que precisou seguir passo a passo até virar uma linda borboleta. Eu sou lerda, só fui perceber a analogia depois que terminei o livro.



Quanto à história em si, é um livro simples, com linguagem de fácil entendimento e uma narrativa que flui bem, bastante gostoso de ler. A autora descreve muito bem sentimentos e o ambiente, mas senti um pouco de falta da descrição dos personagens, ficou um pouco raso e eu não consegui visualizar claramente todos os personagens. Não é algo que eu ligue muito, porque eu deixo a minha imaginação viajar, mas como o livro não é muito longo, não deu tempo de associar personalidade com aparência, como eu normalmente faço.
Porém, eu gostei bastante do Carlos, ele e o irmão de Verônica foram os melhores personagens pra mim. Eu ainda estou decidindo se gostei ou não do Luiz, ele é meio trouxa... E a protagonista Verônica... Vocês sabem que não sou muito fã de protagonista, não foi diferente com ela. Ela foi até meio babaca, mas ela mudou para melhor, ainda bem.


Mudanças me deixou um pouco surpresa, principalmente do meio para o final. Eu achei que ia ser um livro bobinho por causa da protagonista. Foi o contrário disso, Mudanças deixa uma mensagem super bonita de que, os únicos responsáveis por nossos fracassos e sucessos, somos nós mesmos. 
E no final, achei que teriam pontas soltas, mas a autora entrelaçou toda a história, de forma que o final explicasse o começo e deixasse o leitor com a sensação de um ciclo se fechando. Outra coisa que me surpreendeu foi a reviravolta que aconteceu quase no final do livro. Estava tudo meio normal, tranquilo, até meio parado, aí PAH, acontecem várias coisas em sequência, tipo aquelas novelas mexicanas que tem o momento das revelações? Foi quase isso! E foi aí que tudo começou a se encaixar e ficar mais legal. Admito, o livro só me convenceu e me conquistou de verdade a partir dali. Fazendo uma analogia... Mudanças foi aquele carro de corrida que ultrapassa o primeiro colocado na última volta e vence a corrida.
Indico o livro para todos aqueles que curtem um romancezinho leve e uma leitura suave. #LeiaUmNacional

SPOILER!!!

Dá tanta pena do Carlos quando a gente sabe que ele e a Verônica se conheciam e o que aconteceu no passado... É meio estranho ele ter mudado de cidade para ir atrás de uma garota que o tratou mal. É fofo, mas é estranho. Eu não faria isso por ninguém. Trate-me mal que nunca mais olho na sua cara! Sou dessas. Tenho minha dignidade, né? haha


Acompanhe-nos no Facebook: DNA Literário

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR aqui do lado e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!