Top X

Top 15: As melhores declarações de amor literárias

fevereiro 24, 2014

Eleitas pela equipe DNA Literário  

Quero deixar claro o quanto foi difícil escolher quinze. Inicialmente seriam dez, porém, como a indecisão toma conta de nós, decidimos fazer o top 15. Ainda sentimos dificuldade em colocar uma posição digna de cada uma, se pudesse seriam todas primeiras colocadas, mas como não dá, veja a nossa eleição e veja se concorda ou não.

15- Persuasão, Jane Austen. Frederick Wentworth para Anne Elliott.



Não posso mais ouvir em silêncio. Devo falar-lhe com os meios que estão a meu alcance. Você partiu a minha alma. Sou metade agonia, metade esperança. Não me diga que é tarde demais, que sentimentos tão preciosos se foram para sempre. Ofereço-me uma vez mais com um coração ainda mais seu do que quando quase o partiu, há oito anos e meio. Não ouse dizer que um homem se esquece mais depressa do que uma mulher, que o amor dele é o primeiro a morrer. Nunca amei outra pessoa. Injusto posso ter sido, fraco e rancoroso posso ter sido, mas nunca inconstante.


14- Um homem de sorte, Nicholas Sparks. Elizabeth e Logan.


— Todo mundo tem um destino…
— Você é o meu.


13- Dom Quixote, Miguel de Cervantes. Dom Quixote para Dulcinéia

Sem imagem

Ó Dulcinéia del Toboso, dia da minha noite, glória da minha pena, norte dos meus caminhos, estrela da minha ventura (assim o céu te depare favorável em tudo que lhe pedires!), considera, te peço, o lugar e o estado a que a tua ausência me conduziu, e correspondas propícia ao que deves à minha fé! Ó solitárias árvores, que de hoje em diante ficareis acompanhando a minha solidão, dai mostras com o movimento das vossas ramarias de que vos não anoja a minha presença! Ó tu, escudeiro meu, agradável companheiro em meus sucessos prósperos e adversos, toma bem na memória o que vou fazer à tua vista, para que pontualmente o repitas à causadora única de tudo isto!

12- P.S. Eu te amo, Cecelia Ahern. Carta de Gerry para Holly.


Querida Holly, Eu não tenho muito tempo. Eu não digo literalmente… É que você foi comprar sorvete e estará logo em casa. Eu sinto que esta é a última carta, porque agora só sobrou uma coisa para te dizer. Não é para você se lembrar de mim ou comprar uma lanterna. Você pode cuidar de si mesma sem nenhuma ajuda minha. É para te dizer o quanto você mexeu comigo, como você me mudou. Você fez de mim um homem, me amando, Holly, e, por isso, eu estarei eternamente grato… literalmente. Se você pode me prometer alguma coisa, prometa que toda vez que estiver triste ou insegura, ou tiver perdido a fé, que você vai tentar se ver através dos meus olhos. Obrigada pela honra de ter sido minha esposa. Eu sou um homem sem arrependimentos e com muita sorte. Você foi minha vida, Holly, mas eu sou apenas um capítulo da sua. Terá mais. Eu prometo! Então lá vai, o grande conselho: não tenha medo de se apaixonar novamente. Preste atenção ao sinal de que nada mais vai ser igual. P.S.: Eu sempre te amarei!

11- O morro dos ventos uivantes, Emily Bronte. Heathcliff para Catherine Earnshaw.


Meus maiores sofrimentos neste mundo tem sido os sofrimentos de Heathcliff. Se tudo mais desaparecesse e ele ficasse, eu continuaria existindo. Se tudo ficasse e ele fosse aniquilado, eu ficaria sozinha em um mundo estranho, incapaz de ter parte nele. Meu amor por Linton é como a folhagem da relva; o tempo há de mudá-lo como o inverno muda as árvores. Meu amor por Heathcliff é como as rochas eternas que ficam no chão. Nelly, eu sou Heathcliff. Sempre, sempre o tenho no meu pensamento. Não como um prazer – porque eu também não sou um prazer para mim mesma – mas como meu próprio ser.

10- Carta a D, André Gorz. André Gorz para Dorine Keir.
  
Você está para fazer oitenta e dois anos. Encolheu seis centímetros, não pesa mais do que quarenta e cinco quilos e continua bela, graciosa e desejável. Já faz cinquenta e oito anos que vivemos juntos, e eu amo você mais do que nunca. De novo, carrego no fundo do meu peito um vazio devorador que somente o calor do seu corpo contra o meu é capaz de preencher. Eu só preciso lhe dizer de novo essas coisas simples antes de abordar questões que, não faz muito tempo, têm me atormentado. Por que você está tão pouco presente no que escrevi, se a nossa união é o que existe de mais importante na minha vida?

9- Romeu e Julieta, William Shakespeare. Julieta para Romeu.

Meu inimigo é apenas o teu nome. Continuarias sendo o que és, se acaso Montecchio tu não fosses. Que é Montecchio? Não será mão, nem pé, nem braço ou rosto, nem parte alguma que pertença ao corpo. Sê outro nome. Que há num simples nome? O que chamamos rosa, sob uma outra designação teria igual perfume. Assim Romeu, se não tivesse o nome de Romeu, conservara a tão preciosa perfeição que dele é sem esse título. Romeu, risca teu nome, e, em troca dele, que não é parte alguma de ti mesmo, fica comigo inteira.

8- Querido John, Nicholas Sparks. John e Savannah.


Mas se você não fosse diferente não teria me conquistado. Eu não teria me apegado a você. Não gosto do que é comum, do que é convencional. Gosto é de você. Isso, você. Desse teu jeito torto mesmo. Dessa sua mania de dizer que te amo. Dessa sua certeza absoluta sobre tudo. Do jeito que você me arranca sorrisos sem esforço. Desse teu bom humor insuportável. Suas implicâncias, crises existências. Seus defeitos - feitos - pra mim. Não mude. Nem por mim e nem pra agradar a ninguém. Se um dia quiser mudar, mude seu endereço e venha dividir uma cama de solteiro comigo.

7- Cartas para Julieta, Lise Friedman. Charlie para Sophie.

Preste muita atenção no que vou dizer. Eu moro em Londres, uma cidade histórica, linda, vibrante, na qual eu adoro morar. Você mora em Nova York que é superestimada. Mas como o Atlântico é largo demais para se cruzado todos os dias nadando, velejando ou voando, sugiro tirar cara ou coroa (...) E se essas condições forem inaceitáveis, deixar Londres será um prazer desde que esteja esperando por mim do outro lado. Porque a verdade é que estou verdadeira, profunda e loucamente apaixonado por você.

6- Um amor para recordar, Nicholas Sparks. Landon para Jamie.
Quarenta anos se passaram, e ainda me lembro de cada detalhe daquele dia. Posso estar mais velho e mais experiente, posso ter vivido outra vida desde então, mas eu sei que, quando a minha hora chegar, as memórias daquele dia serão as últimas imagens que cruzarão a minha mente. Ainda a amo, e nunca tirei a aliança do dedo. Nunca tive vontade de fazer isso, mesmo depois de todos esses anos. 

5- Uma mente brilhante, Sylvia Nasar. John Nash para Alicia Nash.
Eu sempre acreditei em números, nas equações, na lógica que leva à razão. Mas depois de uma vida inteira nesta jornada, eu me pergunto: O que realmente é a lógica? Quem decide a razão? Minha busca me levou pelo físico, o metafísico, o ilusório... E de volta. E eu fiz a descoberta mais importante da minha carreira. É apenas nas misteriosas equações do amor que qualquer lógica ou razão pode ser encontrada. Eu só estou aqui por causa de você. Você é a razão do meu ser. Você é todas as minhas razões.


4- Diário de uma paixão, Nicholas Sparks. Noah para Allie.


Você é a resposta das minhas orações. Você é uma canção, um sonho, um murmúrio, e não sei como consegui viver sem você durante tanto tempo. Eu amo você, Allie, mais do que você é capaz de imaginar. Sempre te amei e sempre vou te amar.

3- Belo desastre/Desastre iminente, Jamie McGuire. Travis para Abby.
Eu sei que a gente tem problemas, tá? Sou impulsivo, esquentado, e você me faz perder a cabeça como ninguém. Num minuto você age como se me odiasse, e no seguinte como se precisasse de mim. Eu nunca faço nada direito, eu não te mereço... mas, porra, Abby, eu te amo. Eu a amo mais do que jamais amei alguém ou alguma coisa em toda a minha vida. Quando você está por perto, não preciso de bebida, nem de dinheiro, nem de luta, nem de transas sem compromisso... eu só preciso de você. Eu só penso em você. Eu só sonho com você. Eu só quero você.

2- Orgulho e preconceito, Jane Austen. Mr. Darcy para Srta. Elizabeth.



Eu sei que é muito generosa para brincar comigo. Eu acredito que falou com minha tia ontem à noite e isso me fez ter esperanças como raramente já me permiti antes. Se os seus sentimentos ainda são os mesmos de Abril passado me diga imediatamente. Minha afeição e anseios não mudaram, mas uma palavra sua irá me silenciar para sempre.


1- A culpa é das estrelas, John Green. Augustus para Hazel.


Eu estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Eu estou apaixonado por você, e sei que o amor é um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos, todos nós, condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizermos voltará ao pó, e sei que o Sol vai engolir a única Terra para chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.
________________________________________________

Alguns bons livros ficaram de fora, ainda estou na dúvida se coloquei cada uma na posição merecida, porém, acho que está muito bom. Fizemos uma variedade bem ampla, desde livros antigos até novas obras. Espero que gostem. Senão, aproveitem as lindas declarações de amor citadas e escolha a sua preferida. 


Uma última frase:
"O amor não é um incidente isolado, Julieta. O amor está em qualquer lugar. Sempre esteve. Você apenas precisa escolher a luz em vez da escuridão, o sol em vez da chuva."
- Julieta Imortal



Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em "seguir" aqui do lado e também nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!