resenha

[Resenha] Sete Minutos Depois da Meia-Noite, do Patrick Ness

julho 19, 2017


Nome: Sete Minutos Depois da Meia Noite | Autor: Patrick Ness | Gênero: Fantasia | Editora: Novo Conceito | Ano: 2016 | Páginas: 116
Sinopse: "Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida.
A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido.
O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade.
Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los."
Trecho Preferido: "Histórias são o que há de mais selvagem - disse o monstro com um estrondo. - Histórias perseguem, mordem e caçam."

    Conor O’ Malley tem 13 anos e sua mãe está doente. Além de estar tentando se adaptar e a lidar com a situação, o garoto anda tendo um pesadelo que o está atormentando. Na escola ele sofre bullying e dificilmente tem companhia e alguém para conversar. E agora um monstro apareceu em sua vida.

    Por mais que Conor continue achando que tudo não passa de um sonho – apesar de pistas que provam o contrário -, o teixo da colina perto de sua casa se levanta toda noite, exatamente às 00:07hrs, e vem ao seu encontro. E mesmo o garoto recusando e não vendo sentindo nenhum nesses encontros à meia-noite, o monstro diz que irá retornar e a cada noite contará uma história. Três ao total, a quarta vai ser contada por Conor e será a verdade.

    O garoto não tem medo do monstro e muito menos gosta de suas histórias. Cada uma delas traz certas reflexões e reviravoltas que nos fazem pensar muito. Mas não agradam à Conor e ele não vê como isso tudo pode ajudar a situação. Inclusive, o garoto chega a ter esperanças de que o monstro se levantou para ajudar a mãe. 

"- Você não escreve sua vida com palavras - explicou o monstro. - Você escreve com ações. O que você pensa não é tão importante. Só é importante o que você faz."

    O livro é bem pequeno então a história é bem rápida. Tudo flui muito fácil, a leitura é tranquila e acolhedora. A situação do Conor é bem delicada e eu me senti solidária à ele. É bem complicado ver um garoto tão novo como ele, que já sabe se virar sozinho, passando por isso. E ele sempre pensa na mãe, é de emocionar. As histórias do monstro durante a narrativa também são ótimas. Cada uma traz novas ambientações e mensagens bem tocantes.

    Dentre as três histórias a primeira é a minha preferida. Ela fala de reinos, príncipes e bruxas e também mostra como as aparências não podem determinar o verdadeiro significado das coisas. O monstro se levantou porque precisavam dele, ele ajudou e mesmo assim o final não é de longe algo que esperamos.

    E para aqueles que também curtem as adaptações, o filme baseado no livro está disponível no Netflix e tem a Felicity Jones no elenco. Na minha humilde opinião é bem bacana, prefiro o livro, mas o filme não deixa a desejar. Sem dúvidas, uma das adaptações que me agradaram haha.


    Enfim, eu me emocionei do início ao fim e juro pra vocês que também queria um monstro me contando histórias. Vale muito a pena conferir! 

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!