filme

O que fazer Quando as luzes se apagam?

julho 05, 2017


VOLTEI! Sentiram minha falta? Não respondam hehehe
Como a Rita deve ter falado, a gente estava em final de período e ficou impossível escrever por aqui, estudar e fazer tantas coisas ao mesmo tempo, mas agora só faltam duas provas e eu consegui um tempinho para postar essa dica de filme aqui.

Quando as luzes se apagam estreou em agosto de 2016, mas eu só fui assistir agora porque um filme de terror precisa ser muito bom para me conquistar. Decidi dar uma chance e assisti. E hoje eu sei que não sou maluca ou idiota por ter medo de escuro aos 21 anos de idade. 


O que você faz quando as luzes se apagam? VOCÊ CORRE, MAS CORRE MUITO! E anda com roupa de luzinha de natal se for necessário (Joyce de Stranger Things aprova).


Lights out (2016) é uma produção de terror/thriller que faz você se assustar com uma simples bolsa pendurada na cadeira e te faz querer dormir de luzes acesas.

Sinopse: Desde que era pequena, Rebecca tinha uma porção de medos, especialmente quando as luzes se apagavam. Ela acreditava ser perseguida pela figura de uma mulher e anos mais tarde seu irmão mais novo começa a sofrer do mesmo problema. Juntos eles descobrem que a aparição está ligada à mãe deles, Rebecca começa a investigar o caso e chega perto de conhecer a terrível verdade.


Confesso que eu comecei a assistir ao filme pensando que seria mais um clichê do gênero. Muitos sustos, pouco medo e muitas pessoas burras entrando em lugares escuros, sozinhas e perguntando “tem alguém aí?”. Eu me irrito com isso e acabo transformando filme de terror em comédia pela overdose de filmes desse tipo que tem por aí. Além disso, terror sobrenatural não é muito meu estilo. Prefiro os filmes de terror com boas histórias e altas doses de suspense, como aqueles de psicopatas ou um subgênero que chamam de Home Invasion (no estilo de Hush – A morte ouve).


Entretanto, eu queimei minha língua e me deparei com um filme extremamente bem feito. Os roteiristas fizeram um ótimo trabalho, fazendo uma história bem construída não focando apenas nos sustos. Parabéns também ao diretor David F. Sandberg, que soube dar susto, mas também criar tensão e suspense (que é o que causa o medo - ao menos em mim). Na maioria dos filmes que vejo, só tem susto, não medo. Coisas que aparecem de repente ou a cena clássica do espelho ou porta, que quando fecha BAM tá lá a criatura ou o assassino atacando a vítima. Eu gosto da agonia, do desespero, da tensão de não saber o que vai acontecer. É isso que faz um bom filme de terror, ele te faz prender a respiração e seu batimento cardíaco acelerar.


However, todo o clima de tensão não seria tão bem feito se não fosse pela trilha sonora e mixagem de som, que fizeram toda a diferença na hora das cenas de suspense. E é claro que eu não poderia deixar de citar também a atuação e escolha do elenco. Teresa Palmer (Rebecca)Maria Bello (Sophie)Alicia Vela-Bailey (Diana)Alexander DiPersia (Bret) e o fofo do Gabriel Bateman (Martin).. Eu realmente gostei bastante e até me surpreendi com o rumo que deram a um personagem que eu sinceramente achei que iria ser um dos primeiros a morrer.


E o final desse filme é algo que eu não tenho nem palavras para descrever. É perfeito! Você fica chocado, coloca a mão na boca e fica desse jeito até os créditos subirem. 
Filme super indicado!! Selo DNA Literário de qualidade hahaha



Mas já sabem né? Tenha sempre uma lanterna ou uma fonte de luz em mãos para caso as luzes se apaguem. Cuidado com a Diana!



Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Compartilhe e volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!