resenha

[Resenha] Paixão e Crime, do João Paulo Balbino

abril 14, 2017

Nome: Paixão e Crime | Autor: João Paulo Balbino | Gênero: Romance Policial (Contos) | Editora: Luva Editora | Ano: 2017 | Páginas: 110
Sinopse: "Paixão e Crime. Duas palavras distintas, porém tão próximas. Não seria surpresa se você conhecesse ao menos uma história envolvendo ambas. Mas qual o elo entre elas? E quais barreiras morais uma pessoa seria capaz de transgredir por uma paixão? Sara – renomada psicóloga – ao manter um caso às escondidas com o namorado de sua paciente, jamais imaginaria que ele seria misteriosamente assassinado, o que a coloca em um dilema: contar o segredo e destruir sua carreira de sucesso, ou ficar em silêncio e despontar como a principal suspeita? Já Helena, serial killer que ganha a vida se prostituindo, descobre que sua última vítima mortal parece estar viva. Mas como?"
Trecho Preferido: "Fiquei ali parado, como se esperasse uma punição. À minha frente, o corpo inerte tombava para o lado. O sangue agora pingava no carpete."
    Paixão e Crime se trata de quatro contos que anteriormente eram apenas narrações em fitas k7.  E a escrita do João Paulo deixa transparecer isso. Era como se cada narrador, de fato, estivesse contando a história pra mim. Os contos acabam de relacionando, mas são independentes e todos trazem crimes distintos envolvendo algo em comum: a paixão.

    Dentre os quatro contos, o meu preferido foi “Helena F. – Prostituta e Serial Killer”, e por um detalhe que o difere dos demais: quem narra é uma serial killer. Eu simplesmente adorei ver os fatos sob o ponto de vista de Helena, e claro, entrar um pouquinho em sua mente. A personagem era esperta, planejava com os mínimos detalhes os fins de suas vítimas e tinha o prazer em matar.

    Helena é bem cuidadosa, toma todos os cuidados para não deixar uma pista que leve à ela e sempre espera um intervalo de tempo entre um crime e outro. Suas vítimas tem um perfil e para encontrá-las a sua profissão como prostituta é o meio ideal. O problema todo é que em certo dia, ela recebe um bilhete com a frase: “Leonardo está vivo”. Como ele estaria vivo se fora morto por Helena há menos de seis meses? As teorias pipocaram na minha mente desde a primeira página! Hahah

"Cortei o corpo minimamente - mantendo o ritual da ordem dos membros. Era minha marca - e o coloquei em uma mala com rodinhas."

    A leitura é bem rápida e a escrita do João Paulo é bem fluída. Sem falar que as histórias são envolventes, em todos os contos eu senti aquele tom de suspense que te deixa apreensivo pelo o que está por vir. Além disso, as reviravoltas foram surpreendentes e realmente me agradaram. A variedade de personagens também é um ponto ótimo: psicólogos, policiais, prostitutas, guias turísticos. Ninguém escapa das tragédias ou deixa de ser (talvez) culpado. Preparem para duvidar de tudo e de todos!

    Sabe quando você termina um livro querendo mais? Foi exatamente esse sentimento que me inundou quando acabei Paixão e Crime. Por favor, Balbino, quero mais!! Como dito anteriormente, os quatro contos realmente se relacionam, porém, o autor deixou uma dúvida no ar que está alimentando minha curiosidade há dias. No momento, estou torcendo para que outras fitas também sejam transcritas. 

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!