resenha

[Resenha] Sombra e Ossos, da Leigh Bardugo

julho 19, 2016

Nome: Sombra e Ossos | Autora: Leigh Bardugo | Gênero: Fantasia  | Editora: Gutenberg | Ano: 2013 | Páginas: 288 
Sinopse: Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter.
A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras.
Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo. 
Trecho Preferido: "De início, foi como flutuar dentro de uma espessa nuvem de fumaça, mas sem o calor ou cheiro de queimado. Os sons pareceram amortecer, e o mundo ficou em silêncio”.

Alina e Maly cresceram juntos, órfãos de guerra foram acolhidos pelo Duque quando pequenos e viveram em um orfanato. Já crescidos, Maly (por quem Alina é apaixonada) se tornou o melhor rastreador do “Primeiro Exército” enquanto Alina se tornou cartógrafa. A história começa com uma espécie de expedição para atravessar a Dobra, também conhecido como “Não Mar”, uma parte do reino que é coberta por sombras e criaturas horríveis (volcras).
Alina apresenta um medo prévio em se aventurar pela Dobra, e todo o mau pressentimento dela não dá em outra, assim que começam a atravessar a faixa de escuridão eles são atacados pelos volcras, e um clima de guerra se instaura no lugar. Um deles acaba ferindo Maly e na hora do desespero/medo Alina tenta protegê-lo quando também é atacada, uma luz ofuscante toma conta do lugar e ela desmaia.
*Pausa para a explicação!* No mundo criando por Bardugo existem Grishas, humanos que possuem poderes e são mestres da “Pequena Ciência”, em Ravka (reino onde se passa a história) eles formam o Segundo Exército. São divididos em:
          - Corporalki (ordem dos vivos e dos mortos), os Sangradores e Curandeiros;

-Etherealki (ordem dos conjuradores), os Aeros, Infernais e Hidros;

-Materialki (ordem dos fabricadores), os Durastes e Alquimistas.



Enfim, quando Alina recobra a consciência e está na tenda do Darkling (líder dos Grishas), todos desconfiam que ela seja uma Grisha, e não qualquer uma, uma Conjuradora do Sol, uma das mais poderosas e que poderia ajudar a colocar um fim à Dobra. Com medo que os rumores sobre o poderes de Alina se espalhem e isso traga assassinos em seu encalço, o Darkling a leva pra Os Alta (capital do reino) o mais rápido possível. E por lá Alina passa a viver lado a lado com a realeza e tentando se adaptar a vida de um Grisha.
Enquanto tenta se habituar aos exercícios físicos que os Grishas são obrigados a fazer e todos os esforços para aprender e aperfeiçoar o uso de seus poderes, Alina também tem que lidar com a saudade crescente que sente de Maly. E quando aparentemente ela está se acostumando com o novo ambiente e com as pessoas do lugar, uma reviravolta vai mostrar pra ela que nem tudo é o que parece e que realmente não se pode acreditar em qualquer um.

"Eu chamei e a luz respondeu"

             Leigh Bardugo criou um mundo com um potencial muito rico para ser explorado, toda a mitologia dos Grishas e seus poderes é algo muito cativante. Eu estou muito animada para a continuação, Sol e Tormenta, acho que podemos esperar muitas coisas surpreendentes de Alina e companhia. Não me apaixonei pela protagonista, mas também não a odiei, porém a evolução da personagem me fez gostar ainda mais dela, e espero muito que ela melhore a cada livro. Dei quatro estrelas para Sombra e Ossos no skoob e já estou querendo os próximos livros da autora.

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Compartilhe e volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!