resenha

[Resenha] (Im)Perfeição, de Helena Souza

junho 22, 2016

Nome: (Im)Perfeição | Autora: Helena Souza | Gênero: Romance Policial | Editora: Publicação Independente | Ano: 2016 | Páginas: 464
Skoob

Sinopse: Forest Hill, 2013. A cidade está em tensão, ninguém sabe quem será o próximo, bom, devido aos últimos três corpos encontrados, garotas loiras são as que correm mais perigo. Alguns meses atrás ninguém naquela pacata cidade poderia imaginar que alguém entre eles, algum vizinho, amigo, ou conhecido poderia ceder à loucura e começar a caçar pessoas para matar. Mas agora está tudo diferente, todos são suspeitos. A polícia trabalha sem descanso em busca do responsável, mas quem está por trás disso é alguém bem engenhoso, sabe muito bem onde agir e como agir. O telefone não para de tocar, são cidadãos apavorados que dão nomes aleatórios somente para que aja uma prisão logo, isso faz com que as investigações não avancem da maneira desejada. O resultado? Após 10 meses e com um saldo de 6 jovens mulheres encontradas mortas na região do pântano próximo a cidade, o assassino simplesmente parou de atacar. Nunca fora pego.
Forest Hill, 2015. Lentamente a cidade voltou ao seu ritmo, o medo aos poucos havia desaparecido e os moradores passaram a sorrir com mais frequência. Sophie Fields voltou há alguns meses para a cidade, formada em artes visuais, seu senso de dever a faz ajudar a mãe na padaria. Josh Sanders é filho de um conhecido detetive da cidade e, por consequência, acabou se tornando um. Tanto pai como filho trabalharam no caso Maníaco do Pântano, que assolou a cidade há dois anos, depois disso o pai se aposentou e o filho agora é o único Sanders detetive.
(Im)Perfeição é narrado através das perspectivas de Sophie e Josh, dois jovens que, em meio a um romance, descobrem que o terror que todos pensavam ter acabado, decidiu voltar.

Trecho Preferido: "Sophie, eu não consigo parar de pensar em você, um dos meus horários preferidos do dia é quando você aparece na porta com sua cesta e com um sorriso de quem sente que o mundo é um lugar seguro, fazendo com que o meu fique tranquilo."

Resenha:

Queria começar essa resenha dizendo que as melhores coisas, ás vezes, acontecem quando você não está esperando. Conheci a Helena através de outro autor (obrigada, Jorge) e ela veio falar comigo interessada numa parceria. Ela me mandou as informações do livro dela e eu, de cara, me interessei pela sinopse, li a degustação no Wattpad e minhas primeiras impressões não poderiam ser melhores.

(Im)Perfeição é um Romance Policial com um serial killer de matar (me desculpe o trocadilho, não resisti). A narrativa em primeira pessoa varia entre os pontos de vista dos protagonistas: Sophie e Josh. A cidade de Forrest Hill já foi palco de uma série de assassinatos que ficaram sem resolução, o Maníaco do Pântano, como ficou conhecido o responsável pela morte de seis garotas, conseguiu ficar impune. Dois anos depois, as pessoas conseguiram fazer suas vidas voltarem a rotina. Sophie Fields retornou à cidade para ajudar a mãe com a padaria. Josh Sanders é agora detetive, como seu pai. Em meio a um romance, os dois terão de enfrentar o recomeço do terror em Forrest Hill. A cidade volta a sofrer um baque: um corpo de uma jovem garota aparece no pântano. Será o Maníaco de volta? Ou apenas um impostor?

A história tem um ritmo surpreendente rápido. Com mais de 400 páginas e sem se perder, a autora consegue te envolver totalmente e te prende mais a cada página. Do meio para o final, principalmente, você não consegue parar de ler. Eu li mais de 100 páginas direto, eu não conseguia parar, estava completamente viciada, aflita para saber o desenrolar da trama. E eu sou bem intensa, quando leio um livro desses estilo, eu fico bancando a detetive, desconfio de todo mundo, o que me fez entrar realmente na história.

"O que você faria se seu pior pesadelo se tornasse real? O que faria se o pior pesadelo de uma cidade retornasse?"

Além de o enredo ser bom e Helena ter conseguido trazer a essência de um Romance Policial para esse obra, os personagens também são muito cativantes, contribuindo para uma boa leitura. Sophie eu gostei logo de início, ás vezes ela me irritava por sua curiosidade e teimosia, mas de resto é uma personagem muito bem construída. Josh é encantador, mas confesso que me irritou um pouco também por se cobrar demais. Ele é até meio controlador, do tipo que faz as coisas que acha certo e não importa o que os outros querem. E nem sempre ele vai estar certo... Bom, mas ele também é um personagem que me conquistou. Aliás, só teve um personagem que eu não gostei muito, que foi Joe. Não vou dizer motivos específicos, pois seria Spoiler, mas fiquei dividida entre sentir raiva e pena dele e nenhuma das duas é uma coisa boa.

"Afastando essas péssimas memórias da minha cabeça, notei que os passos haviam silenciado, hesitei um pouco, mas finalmente olhei para trás, e lá estava ele: moreno, alguns centímetros a mais do que eu, o cabelo castanho que tinha o tamanho suficiente para saber que era ondulado e um sorriso incrivelmente bonito. Josh Sanders. No exato momento em que o vi, foi como se eu tivesse sido colocada no topo da mais alta montanha e o ar estivesse rarefeito, eu tentava balbuciar algumas palavras, mas todas as tentativas eram em vão."

Algo que me pareceu de início e não se mostrou verdadeiro foi a importância de Chloe, a irmã de Sophie, na história. Não que ela não seja importante, mas estava imaginando algo diferente, não sei... Bom, não vou falar demais, né?

Minhas personagens preferidas foram Emily e Louise, as amigas de Sophie. Eu me identifiquei muito com a Emily em algumas coisas e em outras com a Louise, mas as duas me conquistaram totalmente. E sobre o vilão, o serial Killer... Gente, bizarro! Muito doentio, muito completo, muito psicopata. Teve algo em especial nele que eu gostei, mas que vou ter que, infelizmente, guardar para mim.

Foto retirada da página da autora.

E o final? Estarrecedor! Foi totalmente magnífico. Fechou a história, mas deixou em aberto uma possibilidade de novos acontecimentos em Forrest Hill ou mais um livro com Sophie e Josh, não sei. Talvez um contozinho focando no romance de Sophie e Josh? Ou algo a mais sobre o Ben (que foi um personagem que amei também), quem sabe? Só jogando aqui pra ver se a Helena aceita a sugestão hahaha


A única reclamação deste livro ficaria por conta da revisão, que deixou um pouco a desejar. Muitos erros de vários tipos... Porém, eu ainda assim estou impressionada. A edição está bem bonita: a capa, a diagramação com fonte em bom tamanho, mas senti falta das abas na capa, acho que deixa o livro mais bonito e mais protegido. Porém, tudo está muito bem feito. E quer saber? É uma publicação independente! Mais: é o primeiro livro da autora! Helena está de parabéns pelo trabalho, pela obra como um todo. Muito obrigada pela honra de ter seu exemplar em mãos, você, com certeza, ganhou uma fã!

Conheça mais da autora: Facebook | Twitter
 

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!