resenha

[Resenha] Confie em mim - Harlan Coben

agosto 10, 2015

Nome: Confie em mim - Até onde você iria por amor à sua família?
Título Original: Hold Tight
Autor: Harlan Coben
Gênero: Suspense, Romance Policial
Tradução: Marcelo Mendes
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580410778
Ano: 2009
Páginas: 304
Classificação:      
Sinopse: Preocupados com o comportamento cada vez mais distante de seu filho Adam – principalmente depois do suicídio de seu melhor amigo, Spencer Hill –, o Dr. Mike Baye e sua esposa, Tia, decidem instalar um programa de monitoração no computador do garoto. Os primeiros relatórios não revelam nada de importante. Porém, quando eles já começavam a se sentir mais tranqüilos, uma estranha mensagem muda completamente o rumo dos acontecimentos: "Fica de bico calado que a gente se safa."
Perto dali, a mãe de Spencer, Betsy, encontra uma foto que levanta suspeitas sobre as circunstâncias da morte de seu filho. Ao contrário do que todos pensavam, ele não estava sozinho naquela noite fatídica. Teria sido mesmo suicídio?
Para tornar o caso ainda mais estranho, Adam combina de ir a um jogo com o pai, mas desaparece misteriosamente. Acreditando que o garoto está correndo um grande perigo, Mike não medirá esforços para encontrá-lo.
Quando duas mulheres são atacadas por um assassino, uma série de acontecimentos faz com que a vida de todas essas pessoas se cruzem de forma trágica, violenta e inesperada.
Confie em mim é um suspense eletrizante, mas também um convite à reflexão sobre temas mais profundos. Neste livro, Harlan Coben – vencedor de diversos prêmios e presença constante nas listas de mais vendidos de todo o mundo – aborda assuntos atuais, como a facilidade de acesso às informações na era da internet, e questiona os limites no relacionamento entre pais e filhos: quando é hora de intervir? Quando o melhor é simplesmente confiar? Até onde você iria para proteger as pessoas que mais ama na vida?


Frase preferida: "Por que nós, humanos, nunca aprendemos as lições que deveríamos aprender? O que haverá na nossa índole que, na verdade, nos empurra para aquilo que deveríamos repelir?"

Resenha:

Sempre ouvi falar bem do Harlan Coben e esse foi o primeiro livro que li dele. A única pergunta que me faço é: por que não li antes?! Esse cara é um gênio. Já comprei até mais dois livros dele e pretendo comprar todos! Coben te faz pensar, refletir, enquanto te envolve numa história, ou várias, que ficam cada vez mais instigantes. Dan Brown fez um comentário sobre Confie em mim que resume bem: “Ele vai seduzir você na primeira página apenas para chocá-lo na última.”
Sabe aquele tipo de livro que te faz parecer um louco? Você não consegue conter as exclamações nem a ansiedade para saber logo o final... Confie em mim começa com histórias separadas de personagens que, aparentemente, não tem nada a ver um com o outro, mas após uma série de acontecimentos, como o assassinato de duas mulheres, as histórias vão se unindo. As vidas dos personagens vão se encontrando, encaixando as pontas soltas da trama. Sinceramente, com tanta coisa acontecendo, não sei como o autor não se perdeu na história. Por isso disse que ele é um gênio!
Loren Muse foi uma das minhas personagens preferidas. A chefe de investigações mostrou o porquê de ter o cargo que tem. Numa reunião com seu chefe, um de seus subalternos, Frank Tremont, um idiota completo por sinal, e o cunhado jornalista dele, Muse proporcionou um dos melhores momentos da minha leitura! Ela simplesmente apresentou fatos e provas do caso do assassinato da mulher e acabou com Frank, expondo sua total incompetência. E Cope, o chefe de Muse, basicamente deu o golpe final. Senti-me completamente extasiada por esse momento. Obrigada, Harlan Coben!


Um dos principais de toda a trama, Adam, filho do casal Tia e Mike, também é um personagem muito interessante. Ficou muito estranho – ainda mais – após o suicídio (?) de seu melhor amigo. Muito misterioso, deixou seus pais tão preocupados que Tia e Mike instalaram um programa de monitoração no computador do filho. Eles tentam se aproximar de Adam, descobrir o que está havendo, até que ele desaparece. Mike, outro personagem que adorei, se envolve cada vez mais no mistério que envolve seu filho, fazendo o leitor pensar na frase escrita logo na capa: “Até onde você iria por amor à sua família?”.
Na verdade, todos as pessoas da história foram bem marcantes. Cada um foi importante para cada momento, uns com atitudes revoltantes, outros agindo como heróis, mas todos necessários. Não é aquele tipo de livro que inventa um monte de personagem “sem função”. E cada capítulo com o tanto de informação necessária para a história não ficar chata ou sobrecarregada. Não é a toa que Coben é um sucesso, o rei dos suspenses! Haha


O final é que ainda não decidi se fiquei com uma sensação de plenitude e satisfação ou se fiquei com gostinho de quero mais... De qualquer forma, o autor fechou com chave de ouro. Depois de ler este livro, HC com certeza ganhou mais uma fã!
Para quem curte um suspense, Harlan Coben é a escolha certa!

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!