especiais

Semana do Livro Nacional - 5 Vantagens de ler um nacional

julho 25, 2015

Para quem não sabe, essa semana - do dia 18 até o dia 26 de julho - é a semana do livro nacional. Logo, não poderia deixar passar em branco... Além do mais, hoje, dia 25 de julho é também o dia do escritor. Juntando tudo, quero parabenizar todos os autores brasileiros!






No final de semana passado, participei de dois eventos: um "Encontro Fantástico", onde autores nacionais de fantasia tinham uma hora cada um para fazer brincadeiras, sorteios e conversar com os leitores. Foi bem legal, conheci novos livros, novos autores e ainda outros leitores. Fora que ganhei dois sorteios, nunca tinha ganhado um sorteio na vida e pela primeira vez, tive essa chance, simplesmente porque não dependia de sorte, mas de criatividade. Tudo isso pelo facebook! 
O outro evento que participei foi uma maratona literária. Um dia inteiro lendo e interagindo com outros leitores, com um sorteio ao final da maratona. A próxima maratona terá como tema literatura nacional, ainda não tem dia marcado, mas será em agosto, fiquem ligados! 
A Maratona é promovida pelo blog Me livrando.




Agora que falei um pouco sobre os eventos que participei e fiz o convite para a próxima Maratona... Vamos falar das vantagens de ler um livro nacional.

1- Todo livro te traz benefícios: mais imaginação, vocabulário, cultura... Mas um livro nacional, além de tudo isso, te traz um orgulho. Orgulho? Sim! Na minha cabeça, um livro escrito por um brasileiro é algo tão lindo que fico orgulhosa. Imagina um livro que você amou e o autor ainda é brasileiro, tipo, alguém que nasceu no mesmo lugar que você. Para mim, isso é algo incrível, porque sabemos  que o Brasil não é o maior incentivador da leitura e mesmo assim revela vários autores maravilhosos!

2- Quando você lê uma obra nacional, você se identifica mais. Tanto por ter sido alguém "próximo" a você quem escreveu, tanto pelas histórias. Não são todos que vão se passar em território brasileiro, mas mesmo assim, o contexto é mais perto da nossa realidade, assim como personagens, os nomes normalmente não são tão complicados... Temos que valorizar nossa cultura também, não é? Tanto clássicos quanto os novos.

3- Você também é um gás de incentivo aos novos autores. Tudo bem, ler de tudo, ter uma grande variedade lendo livros de fora e daqui é necessário, é legal, mas não precisamos ir tão longe para encontrar bons livros. Muitos ainda tem um certo preconceito com a literatura brasileira. Deixem isso de lado e vão perceber que estavam perdendo histórias ótimas!

4- Aliás, outra vantagem está aí: é bem mais fácil e acessível ter um livro nacional, principalmente os de autores da nova geração. Apesar das dificuldades que sabemos que os escritores brasileiros tem de conseguir publicar, eu acho mais fácil publicar um livro daqui do que um estrangeiro. As editoras não precisam trazer, traduzir para publicar. O livro já está prontinho para ser revisado e publicado. Fora que a acessibilidade ao próprio autor é mais fácil, seja por eventos, seja por redes sociais, você não precisa nem saber outra língua para poder conversar sobre o livro que você amou com o próprio criador da história.

5- A quinta vantagem é o conhecimento literário adquirido. Principalmente através de clássicos, mas não só deles, conhecemos um pouco da nossa história também. Imaginem um autor do século XIX ou XX, a forma como ele escrevia, as descrições e o contexto. É como um legado que eles deixaram para nós. Aprendemos um pouco sobre a literatura, muito mais que no colégio, que era algo obrigatório e muitos não gostam. Mas a partir do momento que estamos aprendendo fazendo o que gostamos, a leitura de um clássico fica menos cansativa.

Claro que essas vantagens foram do meu ponto de vista. Existem muito mais vantagens. Pra vocês, o que um livro nacional tem de vantajoso em relação a um estrangeiro? 

De qualquer forma, ler é sempre bom. Só lembrem que não precisam ir tão longe para encontrar boas leituras...

Então vou deixar três dicas de livros nacionais aqui pra vocês!

O primeiro é Insanatório, da Andie Prado. É um romance com um toquezinho de terror (pra mim, mas eu não sou muito parâmetro porque sou medrosa, enfim). Clique na imagem para ler a resenha.


A segunda indicação é o livro de fantasia Os Doze Guardiões da Luz, do Luiz Henrique Batista. O autor foi um dos primeiros que tive contato direto... Um dos livros que mais gosto e adoro conversar com o Luiz sobre signos. Temos um grupo de leitores, é muito divertido conversar com ele e com outros leitores. Clique na imagem para ler a resenha. Clique aqui para ver a entrevista com o autor.


Por último, mas não menos importante, eu indico Stânix - O poder dos elementos, do Éder Traskini. Um livro que li em um dia! No evento que eu citei, Éder era um dos autores, ele disse que a continuação de Stânix (Stânix - A fúria dos dragões) está com previsão de lançamento para 2016. Já podemos comemorar! Clique na imagem para ler a resenha.


Espero que aproveitem a leitura, se decidirem ler. Não irão se arrepender, são ótimos livros. Só escolher o que faz mais seu estilo!

Tenham um feliz dia do escritor! E Feliz semana do livro nacional!


0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!