especiais

Oscar 2015

fevereiro 23, 2015

Ontem foi noite de gala em Hollywood com o espetáculo do prêmio mais cobiçado dos atores: o Oscar!

A apresentação foi de Neil Patrick Harris, que divertiu o público e arrasou num número musical com participação de Anna Kendrick e Jack Black. Ainda ficou de cueca no palco, fazendo uma referência ao filme "Birdman".



As apresentações dos cantores durante a premiação também foi emocionante, John Legend e Common fizeram até o Chris Pine chorar! E a performance de Lady Gaga encantou a todos. Ainda teve ensaio do Adam Levine enquanto fazia xixi, mas isso deixa em off... rs



A noite também ficou marcada pelos discursos emocionantes e com protestos em defesa dos direitos humanos, da igualdade entre homens e mulheres... Enfim, o povo soltou a língua!

"A todas as mulheres que deram à luz todo pagador de impostos e cidadão desta nação. Nós temos lutado pelos direitos igualitários de todos os outros. É nossa vez de ter salários iguais de uma vez por todas, e direitos iguais para mulheres nos Estados Unidos da América", disse Patricia Arquette, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante por Boyhood.


"Recentemente, John e eu fomos a Selma [cidade onde se passa o filme] para tocar 'Glory' sobre a mesma ponte por onde o Dr. [Martin Luther] King e as pessoas do movimento dos direitos civis marcharam há 50 anos. Essa ponte foi um marco de uma nação dividida, mas hoje é um símbolo de mudança. O espírito desta ponte transcende raça, gênero, religião, orientação sexual e status social. O espírito desta ponte conecta o garoto do sul de Chicago, sonhando com uma vida melhor, com o povo na França defendendo sua liberdade de expressão, com as pessoas em Hong Kong protestando por democracia. Essa ponte foi construída em cima da esperança, moldada com compaixão, e elevada pelo amor por todos os seres humanos", disse o rapper Common, vencedor (junto com John Legend) do Oscar de melhor canção, arrancando palmas e lágrimas da plateia.

"É dever de um artista refletir os tempos em que vivemos. Nós escrevemos essa canção para um filme baseado em eventos de 50 anos atrás, mas nós afirmamos que 'Selma' ainda existe porque a luta por justiça existe agora mesmo", John Legend completou.
O vencedor do Oscar de melhor ator, Eddie Redmayne, também arrasou no discurso: "Estou totalmente consciente de que sou um homem sortudo, sortudo... Uau! Isso [esse Oscar] pertence a todos que, em todo o mundo, estão tendo que lidar com ELA. Ele pertence a uma família excepcional: Stephen, Jane, Jonathan e as crianças Hawking".

Julianne Moore se emocionou no discurso, mas conseguiu emocionar a todos também. "Estou muito feliz – emocionada, na verdade – que tenhamos sido capazes de quem sabe brilhar uma luz sobre a doença de Alzheimer. Tantas pessoas com essa doença se sentem isoladas e marginalizadas, e uma das coisas maravilhosas sobre o cinema é que ele nos faz sentir vistos, e não sozinhos. E as pessoas com Alzheimer merecem ser vistas, para que possamos encontrar uma cura", disse ela.

"Quando eu tinha 16 anos, eu tentei me matar porque me sentia diferente, porque não tinha a sensação de pertencimento. Agora estou aqui, e quero que esse momento seja para aquele jovem que se sente estranho ou diferente. Continue estranho, continue diferente.", Graham Moore impactando ao receber seu Oscar de Melhor Roteiro Adaptado




A lista de vencedores? Checa aí e vê se gostou!

Melhor ator coadjuvante
J.K. Simmons (“Whiplash – Em Busca da Perfeição”)
Melhor figurino
“O Grande Hotel Budapeste” – Milena Canonero
Melhor cabelo e maquiagem
“O Grande Hotel Budapeste” – Frances Hannon, Mark Coulier
Melhor filme estrangeiro
“Ida” (Polônia)
Melhor curta de ficção
“The Phone Call” – Mat Kirkby e James Lucas
Melhor documentário curta-metragem
“Crisis Hotline: Veterans Press 1″ – Ellen Goosenberg Kent e Dana Perry – VENCEDOR
Melhor mixagem de som
“Whiplash: Em Busca da Perfeição”
Melhor edição de som
“Sniper Americano” – Alan Robert Murray, Bub Asman
Melhor atriz coadjuvante
Patricia Arquette, “Boyhood – Da Infância à Juventude”
Melhores efeitos visuais
“Interestelar”
Melhor curta de animação
“O Banquete” – Patrick Osborne e Kristina Reed
Melhor longa de animação
“Operação Big Hero” – Don Hall, Chris Williams e Roy Conli
Melhor desenho de produção
“O Grande Hotel Budapeste” – Adam Stockhausen e Anna Pinnock
Melhor montagem
Whiplash!
Melhor fotografia
Emmanuel Lubezki – “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)”
Melhor documentário
“Citizenfour”
Melhor trilha sonora original
“O Grande Hotel Budapeste” – Alexandre Desplat
Melhor roteiro original
Alejandro González Inarritu, Nicolas Giacobone, Alexander Dinelaris, Armando Bo, “Birdman
Melhor edição
“Whiplash – Em Busca da Perfeição” – Tom Cross
Melhor canção original
“Glory”, by John Stephens e Lonnie Lynn (“Selma”)
Melhor roteiro adaptado
Graham Moore, “O Jogo da Imitação”
Melhor direção
Alejandro G. Iñárritu – “Birdman”
Melhor ator
Eddie Redmayne (“A Teoria de Tudo”)
Melhor atriz
Julianne Moore (“Para Sempre Alice”)

Melhor filme
“Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)”
Confira as fotos da noite de gala de Hollywood:

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!