resenha

[Resenha] Insanatório - Andie Prado

setembro 11, 2014


Nome: Insanatório
Autora: Andie Prado
Gênero: Literatura brasileira - Romance
Editora: Giostri
ISBN: 9788581083391
Ano: 2014
Páginas: 400
Classificação:  ★ ★ ★ ★ 
Sinopse: Melissa Parker, recém-formada em psiquiatria, recebe a oportunidade de trabalhar no St. Marcus Institute, um manicômio judiciário, onde as mentes dominadas pela psicose estão trancafiadas. O isolamento ali era uma dádiva, mas a jovem doutora se vê em meio ao seu maior desafio: Corey Sanders. Misterioso e muito atraente, o jovem rapaz é conhecido pelo crime da Holandesa de Cambridge, que o condenou à prisão perpétua. Melissa, impressionada, está determinada a descobrir a verdade por trás de tudo, mas Sanders não irá colaborar. Em meio à confusão de seus próprios sentimentos e um olhar que não sai de sua mente, Melissa é obrigada a lidar com uma série de eventos assustadores que a levarão ao extremo entre o amor e a razão. Você seria capaz de desvendar uma mente tão misteriosa?

Atenção: Pode conter spoilers!

CItação favorita: "O que quer dizer que ser beijada inesperadamente por um cara que todos acham que é um psicopata, durante o horário de trabalho, enquanto você deveria estar tratando da loucura dele, é a maior loucura que você já fez." - Corey Sanders

Resenha:

O primeiro livro de Andie Prado conta a história de uma recém-formada em psiquiatria que arranja seu primeiro emprego em uma casa de custódia e tratamento psiquiátrico St. Marcus Institute. Lá, Melissa Parker, conhece um de seus pacientes: Corey Sanders. Um bonito jovem que foi condenado à prisão perpétua por um crime que diz ser inocente. Melissa sente-se atraída por esse provável psicopata, ao mesmo tempo em que se envolve num romance proibido com um colega de trabalho chamado Brian Peters. Ainda tem de lidar com eventos inexplicáveis e assustadores que só podem ser classificados como sobrenaturais, dentro das paredes do hospício.

Créditos à página Insanatório
Com tantas coisas acontecendo, a mente da personagem principal fica um tanto quanto perturbada, não a ponto de passar de médica para paciente, mas ainda assim confusa. A indecisão que toma conta de Melissa na maior parte do tempo cansa um pouco, mas é mais do que necessário, pois para quem nunca fez loucuras na vida, a vida teve que mostrar um pouco de loucura – no bom e no mau sentido – para ela. Eu a entendo, pessoas certinhas tem dificuldades em tomar atitudes muito fora do comum e, ficar em um triângulo amoroso com um médico e um psicopata, está definitivamente fora da normalidade. Até eu fiquei indecisa entre Corey e Brian. Até porque já sei que Corey é inocente, a não ser que aconteça uma reviravolta sensacional, o que não acredito. A questão é: Quem é o verdadeiro culpado?
A história é maravilhosa, me fez ter novos sentimentos, já que é um romance diferente dos que eu leio normalmente. A mistura de medo e excitação, de suspense e ansiedade durante todo o livro deu aquele quê de curiosidade para conseguir me prender. Fez-me entrar no livro de tal forma que eu conseguia sentir o que os personagens sentiam. Falando em empatia, o que era aquele Jhonnatan Reagan? Personagem mais medonho de todo o livro. Eu cometi o erro de ler justamente a parte mais assustadora numa madrugada, deve ser por isso que deu tanto medo dele. Fiquei com a sensação de estar sendo vigiada, me escondi debaixo da coberta e rezei o Pai nosso! Haha
Personagens bem descritos, leitura gostosa, história maravilhosa. O ponto negativo foram os erros de digitação, nada que prejudicasse a trama, mas acho que a editora devia revisar bem antes de publicar né?

Créditos na foto.


E o final... Deixa qualquer um desesperado, sedento por mais. Sabe quando você está prestes a dar a última mordida naquele chocolate maravilhoso e o pedaço escorrega da sua mão, cai no chão e não tem mais? Foi assim que me senti com esse livro. Fiquei procurando por mais alguma coisa, mas não... Era só aquilo! Perguntas que não foram respondidas, assuntos mal resolvidos, ficou tudo no ar. O desespero foi tanto que fui pesquisar na internet e meu coração aliviou... Terá continuação e, pelo que li, será uma trilogia. Para os que não sabem Insanatório, antes de virar livro, era uma fanfic chamada Psicose. Foi assim que conheci, já que a fanfic estava classificada como sendo de McFLY, minha banda preferida (apesar de poder ser lida por qualquer fandom). Pesquisando, descobri que já tem uma continuação como fanfic chamada Lobotomia, o que provavelmente se tornará livro e eu serei uma das primeiras a comprar!



Uma última observação. Não sei se vocês vão concordar comigo, mas enquanto eu lia, imaginava Corey como uma mistura de Channing Tatum e Bradley Cooper e o Brian como um Jensen Ackles moreno. Imaginação é uma coisa linda, não é?

Até a próxima!

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Compartilhe e volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!